Tamanho das agulhas

A agulha de acupuntura possui duas partes – o cabo e a lâmina.  A lâmina forma o corpo da agulha propriamente dito, sendo um filamento metálico duro e polido com a ponta afilada para possibilitar a aplicação.

As agulhas são classificadas conforme a largura e o comprimento da lâmina, a ponta é sempre igual e o formato do cabo é secundário, variando conforme a procedência.

O calibre das agulhas é indicado em frações de milímetros. O usual é dividir as agulhas em finas, médias e grossas.
- finas até 0,20 mm;
- médias em torno de 0,25 mm
- grossas de 0,30 mm ou mais)[1].

As agulhas podem ser curta, médias, longas e extra-longas, conforme o comprimento da lâmina (indicado em milimetros ou cun)
- curtas - a lâmina mede até 15 ou 20 mm (1/2 cun);
- médias - cerca de 25 mm a 30 mm (1 cun);
- longas - 40 mm a 50 mm (1,5 cun a 2 cun);
- extra-longas - 60 a 70 mm (3 cun) ou maior.

É usual indicar primeiro o calibre e a seguir o comprimento. A referência 0,25 x 40 mm, por exemplo, indica uma agulha de calibre 0.25 mm e comprimento 40 mm . É uma agulha longa de calibre médio. Nesse comprimento é usual haver também os calibres fino (0,20x40mm) e grosso (0,30x40mm).

Há acupuntores que trabalham com apenas um modelo de agulha, mas o melhor é possuir um conjunto variado que permita escolher a agulha mais adequada caso a caso[2]. Para a face, por exemplo, é melhor usar agulhas finas (de comprimento curto ou médio); para inserção profunda em músculos se escolhem as agulhas de calibre médio ou grosso e de comprimento longo (ou extra-longo para músculos volumosos), etc.

No mercado brasileiro predominam as agulhas de origem chinesa ou coreana. São agulhas esterilizadas, licenciadas pelo ministério da saúde, apresentadas em caixas com 100 ou 1000 unidades cada (em geral) podendo vir embaladas uma a uma (cada agulha vem dentro de um tubo plástico que serve como mandril) ou em pacotes com  05 ou 10 agulhas por mandril (embalagem econômica).

Não se recomenda a reutilização da agulha (kit individual) especialmente quando o paciente o levar consigo, podendo não ser armazenado de modo adequado, a própria assepsia é prejudicada, colocando em risco tanto o paciente quanto o profissional.

 


[1] Na medida de fios há outro padrão, o wire gauge (calibre de fios) ou simplesmente gauge. O wire number acompanha inversamente o calibre em milímetros pois originalmente esse padrão indicava o número de orifícios pelos quais o fio passava em sua confecção, quanto mais orifícios mais fino o fio (assim o WG 32 indica um fio fino (0,20mm) e o WG 30 um fio médio (0,25mm).

[2] O calibre da agulha tem alguma influência sobre a desconforto ou dor na picada mas a relação não é absoluta pois as agulhas grossas são mais fáceis de manusear e possibilitam inserção rápida (o que pode minimizar o desconforto).