Moxabustão

A moxa é um “chumaço” produzido com as folhas da Artemísia vulgaris. Na produção artesanal, as folhas são secas ao natural, depois é eliminado manualmente o material fibroso restando apenas o tecido da folha. Esse então é triturado (ou batido num liquidificador) resultando um tipo de algodão enovelado que pode ser amassado em pequenos cones para queimar sobre os pontos de acupuntura. Quanto mais material fibroso tiver sido retirado mais fácil será fazer o cone.

A moxa artesanal produz muita fumaça (de cheiro forte) e resina. A moxa industrial é submetida a processos de purificação e mais suave para uso.

A moxa pode ser empregada em inúmeras formas, as principais são:
Cones pequenos queimados diretamente sobre os pontos (moxa direta) ou sobre fatias finas de alho ou gengibre (moxa indireta). Queimam-se vários cones em sucessão.
Moxa e sal - Numa técnica especial a moxa é queimado no umbigo sobre sal grosso (usado para diarréias de frio que são as evacuações liquidas, claras e sem cheiro das crianças) mas é preciso cuidar pois o sal demora para aquecer mas o faz subitamente e pode queimar.
Bastões, mais ou menos da largura de um dedo e de cerca de 20 cm de comprimento. O bastão é acesso numa das pontas e aproximado e afastado do ponto num movimento chamado “picada do pardal”, desse modo se obtém calor constante e suave. (Existem bastões sem fumaça e cheiro)
Mini-Moxa é um bastão fino, curto e oco (cilindro) com suporte adesivo para grudar na pele. Esse bastão funciona como uma chaminé invertida, a fumaça desce pelo interior do cilindro saindo por um orifício lateral na base, desse modo se aproveita ao máximo o calor gerado.

Na técnica mista (agulhas e moxa) se cortam rodelas do bastão, de 1 a 2 cm de espessura cada, as quais são fixadas no cabo da agulha. Gera-se assim uma associação entre o efeito do agulhamento e de um cone de calor em torno da agulha. A transmissão de calor para a agulha é pequeno e afeta principalmente o cabo (se o acupunturista se descuidar na retirada da agulha ficará com uma queimadura fina e comprida no dedo...).

O objetivo da moxa é sempre a produção de calor sobre os pontos de acupuntura e zonas corporais (para doenças de tipo frio e deficiência). O calor em excesso deve ser evitado.